Jovem atriz usa religiosidade para defender dieta sem gluten

Impressionante como estão surgindo jovens conservadores, muito mais interessados em defender convicções pessoais do que qualidade de vida. E pior ainda quando acreditam que a qualidade de vida só virá se essas convicções ilusórias forem satisfeitas.

Alexa Vega, linda atriz que quando criança atuou em Pequenos Espiões e hoje é uma das mulheres mais sexies do mundo, se envolveu numa polêmica sobre alimentação sem glúten. A polêmica tinha a ver apenas com a alimentação em si, mas a atriz pisou na bola ao usar a religiosidade, falando como uma beata para defender sua opção alimentícia, ao invés de usar a ciência, ou no mínimo a racionalidade, o que seria mais convincente.

"Eu quero manter isso como uma realidade e tão amável e espero que seja inspirador quanto possível. Por seis anos eu lutei com bulimia. Algo que eu só recentemente abriu o jogo sobre. Eu tinha tantas inseguranças sobre o meu corpo! Desde superar esse obstáculo na minha vida (Pela Graça de Deus), eu tinha um monte de problemas para processar todos os tipos de alimentos no meu corpo. Eu tinha feito um monte de danos e recuperação de tudo foi um processo doloroso. Mas 100% vale a pena. Meu corpo se sente forte. Eu tenho energia. Eu me sinto como uma mulher !! Finalmente tenho os nutrientes que eu tinha privado o meu "templo" de. (Nossos corpos são incríveis dons de Deus que nós temos que cuidar!) (...) Você não pode agradar a todos. Eu sou eu e eu sou saudável !!! E ALÉM disso feliz e grata! Isso é tudo que eu posso ser. #GodisGood #LifeisGood. " (Grifos nossos)

Não temos informações sobre a religiosidade de Vega. Por ser latina, tem gigantescas chances de ter sido educada em meio cristão. Mas fica sub-entendido que ela pode ter recorrido a algum tipo de religião ou seita para começar o tratamento contra a bulimia (há trabalhos em instituições cristãs que oferecem tratamentos desse tipo em troca da conversão religiosa). 

E percebe-se através da hashtag #GodisGood que ela não leu totalmente a Bíblia, pois se lesse, saberia que o Amigo Imaginário da humanidade não era assim tão bondoso.

Ela poderia ter guardado sua religiosidade consigo mesma ao invés de usar a sua dieta para fazer proselitismo religioso. Há chances dela largar a dieta se caso ela se decepcionar com a sua religiosidade. Só o tempo dirá.

Comentários

Postagens mais visitadas