Pai Nosso é dogma cristão!!! Nada tem de laico, humano ou universal!


Religiosos são tolos. Recusam a racionalidade, um dom humano para colocar no lugar a fé e aceitar absurdos e contradições como se fossem verdades inquestionáveis.

Os cristãos agora querem impor o Pai Nosso nas escolas. Alegam que a oração nada tem de religiosa e sim humanitária.

Só que a oração nada tem de laica. Muito menos de racional.

Ela é um dogma cristão. E não há evidências que provem que Jesus ensinou.

Cristãos oram o Pai Nosso sem mudar as palavras. Como se Jesus tivesse falado português. Mais uma irracionalidade.

Querem impor um monte de palavras que há séculos se mostrou inútil para melhorar a vida da humanidade.

Então pra quê continuar com o Pai Nosso? Uma perda de tempo!

Porque não desenvolver o intelecto e estudar História? Para entender que a política é complexa e que muitos que consideramos heróis não são tão heroicos assim.

Que a política não é controlada por Deus, ser tão real quanto aos que vemos nos quadrinhos.

Que um livro pra lá de obsoleto como a Bíblia não serve mais como "Constituição Mundial" da humanidade.

O Pai Nosso é cristão. Impô-lo é querer impor o Cristianismo.

Falam que o Pai Nosso é laico. Mas as crianças vão se acostumando e os lobos cristãos... CRÉU! Chegam para "devorar as crianças" e são mais ovelhas otárias para o rebanho!

Pai Nosso não universal. Nem todos recitam a oração. Para muitos, sobretudo no Oriente, Jesus é um nada. A sua oração menos ainda.

Chega de perda de tempo. Nada de Pai Nosso nas escolas. 

Quer orar? Se tranque em uma igreja, em sua casa! Onde existam apenas pessoas com vontade de recitar a oração!

Escola é local de educação e isso inclui estimular a lógica, a razão e nunca a fé.

A fé destrói a racionalidade. Evidências que comprovam isso nunca param de chegar. Somos burros porque cremos e nos recusamos a analisar as coisas.

Respeite o laicismo. Afastem as religiões das escolas. Até porque as religiões já tem os seus templos, igrejas e centros para fazer o seu malfadado proselitismo.

Comentários

Postagens mais visitadas