Ideais de direita contradizem rótulo de "homens de bem"

Homem de bem, segundo o bom senso é aquele que luta pelo bem estar da coletividade e cumpre os seus deveres não apenas de cidadão, mas de ser humano. Mas uma grande quantidade de pessoas cujas ideologias contrariam os interesses de bem estar coletivo querem porque querem se auto-rotular de "homens de bem".

Quem entende política, conhece fato históricos e tem algum senso de humanidade sabe que os ideais de direita, incluindo o Capitalismo, não são humanistas. O Capitalismo se ocupa com a "saúde" da situação econômica e com a "vida" de empresas e do patrimônio de seus donos. O bem estar da humanidade é o que menos interessa aos direitistas, que confundem frequentemente consumismo com qualidade de vida (um erro curiosamente cometido também pelos petistas, o que comprova que o maior erro do PT foi se "endireitado").

Enquanto os direitistas mais ricos se preocupam com patrimônios, os direitistas não tão ricos se preocupam em defender valores (além do parco patrimônio que possuem, é claro). Os direitistas costumam ser moralistas, mas não possuem moral, pois confundem moralismo (obediência cega a códigos rígidos de obediência) com moralidade (bom senso, ética e respeito ao bem estar alheio). Lutar pelos interesses próprios é a meta de todo direitistas, seja de que classe social for.

Mas como quem muito tem que provar, é porque não é, os direitistas espalham para o mundo que são "homens de bem", mesmo os que seguem as sádicas ideias fascistas. Desejam a morte de seus adversários ideológicos, usando a "defesa" como desculpa, mas com a verdadeira intenção de tirá-los do caminho. 

Fascistas sonham de ser os únicos no mundo para que nunca pudessem repartir seus bens e privilégios. Mas acham que são "do bem" porque obedecem a uma cartilha, respeitam suas lideranças e seguem algum tipo de crença religiosa (acredite, fascistas não são ateus!), além de acreditarem que desejar o bem apenas a seus assemelhados é querer o bem da "boa" humanidade. É tolo quem os leva a sério e lhes dá razão.

Na verdade, os direitistas são verdadeiros homens do mal: são retrógrados, gananciosos, egoístas e (os mais exaltados) sádicos. Querem defender apenas os seus interesses e quem os preserve. Quando falam a favor da coletividade, exaltando valores nobres, é para conseguir apoio das massas, as mesmas que serão esnobadas pelos direitistas caso estes consigam o que querem. Ter apoio maciço para uma causa particular é muito bom para os direitistas, que desta forma vencem sem agradar a maioria.

Se aparecer um direitistas falando que é "do bem" e exaltando valores nobres e altruístas, dê um passo para trás: é cilada. O direitistas apenas está lançando uma isca para a humanidade ingenua defender um interesse que e exclusivo dos direitistas. 

Se os direitistas foram ouvidos, no final das contas, somente eles é que se darão bem. Isso se dentre a sempre egoísta e gananciosa direita não aparecer algum integrante disposto a estragar os planos de algum aliado, como acontece frequentemente em um grupo tradicionalmente formado por egoístas e gananciosos, que só se unem quando o interesse é um só, mas quando se divergem, é cada um por si.

Comentários

Seguidores

Google+ Followers

Postagens mais visitadas