Edir Macedo dá três declarações: uma racista, uma machista e outra alienada

Edir Macedo é um dos líderes religiosos mais criticado do Brasil. É um dos que não se preocupa em mostrar que enriqueceu às custas da influência religiosa. Recentemente sua igreja se envolveu em um escandaloso episódio envolvendo a formação de um exercito para militar dentro de sua igreja. Em tempos de ódio humano e desejo pela volta da ditadura, chamada de "intervenção militar", é algo que parece preocupante, embora não pareçam se relacionar. Lembremos que tanto religiosos quanto militares detestam atitudes que vão contra ao mundo antiquado que sempre defenderam o passado.

E agora Edir, o líder máximo da Igreja Universal, uma espécie de "Chico Xavier" dos evangélicos, deu uma declarações infelizes que só aumentam ainda o caráter anti-humanista das religiões, muito as preocupadas em defender valores do que defender seres humanos. Vamos às três declarações, bastante equivocadas, que são comentadas cada uma.

"Casais não podem ser formados por raças diferentes" - Uma declaração bem racista. Muitas da religiões cristãs são bem racistas. O Jesus cristão é construído com a aparência de um jogador de tênis sueco, branquelo e loiro. Até o "Espiritismo" brasileiro é racista, pois em vários livros, Chico Xavier, um caboclo que se considerava branco, chamou negros e índios de "inferiores". Não é de estranhar que Macedo fizesse uma declaração racista que certamente estragaria com a vida e muita gente, pois o sucesso de um relacionamento não depende da cor de uma pessoa e sim da afinidade de ideias. A lógica mostra sem mito possível que pessoas de raças diferentes tenham muita afinidade entre si. Vários casais inter-raciais provaram isso na prática através do sucesso de seus matrimônios.

"Homens não podem ser casar com mulheres mais velhas" - Nossa sociedade é bem machista. As religiões não poderia ser diferentes. Quase todas sempre colocaram as mulheres abaixo dos homens. Segundo a Bíblia Cristã, a mulher não passa de um pedaço de costela do homem. E estipular um "prazo de validade" para a mulher e não para o homem (que pode ser "gatinho" com a cara de maracujá e com pelancas penduradas por todos os lados, desde que tenha dinheiro) é um grave sinal de machismo pouco observado pela sociedade que insiste em aceitar pacificamente esta tese absurda.

"As pessoas odeiam a Universal porque ela ensina a pensar" - Soltem as risadas. Muitas risadas. Quanto mais risadas, melhor. Observando as duas declarações acima e tudo que a Universal defende, da para considerar essa declaração uma verdadeira piada. Ao menos que Edir Macedo use o verbo para definir quando os incautos dão dinheiro a ele. Nenhuma igreja ensina a pensar. Nem mesmo o "Espiritismo" brasileiro, metido a científico, mas defendendo e difundindo teses sem pé nem cabeça, ensina a pensar! Se todos soubéssemos pensar, as religiões nunca existiriam. Cérebros sem atividade são a carniça perfeita a alimentar os urubus das igrejas e seitas religiosas.

Ora Edir, vai cuidar das tuas ovelhinhas!

Comentários

Seguidores

Google+ Followers

Postagens mais visitadas