Cristãos desobedecem Jesus e praticam o Falso Testemunho contra a esquerda

Diz a máxima cristã de que não se deve julgar os outros. Há até um mandamento referente a isto. Mas certas personalidades assumidamente cristãs resolveram jogar no lixo esta máxima, se não bastasse o desprezo que tem com a Constituição Federal do Brasil, aceitando naturalmente atrocidades cometidas pelo poder judiciário que deveria proteger a justiça e a cidadania.

Algumas lideranças religiosas, assumidamente cristãs, defendendo a ganância das elites, se pôs a praticar atos que vão contra a filosofia lançada por Jesus Cristo, de altruísmo e compreensão ao próximo. Por motivos mais relacionados com convicção político-econômica do que religiosa, essas lideranças deram de apontar os dedos aos esquerdistas, sobretudo aos petistas e a sua maior liderança, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Esses "cristãos" de meia tigela, encanara de ficar espalhando difamações, calúnias e vários tipos de mentiras sobre a esquerda em geral na intenção de exaltar as grandes corporações patrocinadoras e os políticos que elas apoiam, adversarias dos partidos de esquerda.

Há muitos que fazem isso, mas de forma confirmada vemos os evangélicos Daltan Dallagnol, Silas Malafaia, Marcos Feliciano (curiosamente um ex-aliado dos petistas) e até o "espírita" Robson Pinheiro, todos sem a única vontade de compreender o outro lado, preferindo alimentar mentiras que criminalizam a esquerda sem uma única prova plausível que justifique as acusações.

Estes e mais outros "cristãos" do pau-oco não entendem que Jesus, de acordo com o que está no Novo Testamento, foi o primeiro socialista da face da Terra e que os seus supostos seguidores cometem um grave erro e uma violenta contradição em defender o lado oposto, o dos gananciosos capitalistas, que se esforçam em prejudicar o maior número possível de pessoas para que apenas as elites tenham acesso garantido a dignidade e prosperidade. 

Textos, palestras e obras são feitas para desmoralizar a altruísta esquerda, com mentiras que conseguem inverter a posição de capitalistas e socialistas, fazendo com que poderosos donos de corporações sejam erradamente vistos como "benfeitores" pelos ingênuos seguidores dessas lideranças religiosas, quando os bastidores da política comprovam ser o contrário.

O Socialismo sempre foi uma ideologia altruísta. Os ditadores que governaram em nome dele eram deturpadores e não colocaram em prática a verdadeira filosofia da sociedade sem classes. O Capitalismo, pelo contrário, é autoritário, excludente, exigente e seletivo. Em nome do lucro, capitalistas são capazes das maiores crueldades, mas cimo controlam os meios de publicidade, criam uma falsa imagem positiva de si mesmos, o que facilita a tolerância de suas atrocidades. Ou seja, nada mais anti-Cristo do que condenar o Socialismo e louvar o Capitalismo.

Dallagnol, Malafaia, Feliciano e Pinheiro erram grosseiramente em acusar os esquerdistas sem tentar entender o que e a esquerda, o que ela pensa, age e suas intenções. Para eles, a esquerda não presta "porque sim" e não hesitam em colocar atrás das grades verdadeiros altruístas, acusados de crimes que nunca pensaram em cometer, ao mesmo tempo que canonizam verdadeiros sádicos que desejam a morte de qualquer oponente, só porque não concorda com a sua orientação política.

Esses "cristãos" agem como fariseus, achando que Jesus aprovaria sua ignorante atitude de acusar sem provas a esquerda que um dia apresentou a verdadeira democracia para o país. Esses cristãos de fachada mal sabem o que espera por eles do outro lado, pois não é nada cristão tentar transformar um grupo que se esforçou, mesmo errando, a melhorar o país em um bando de criminosos quando os verdadeiros e comprovados criminosos estão do lado que estes "cristãos" defendem. 

Se não bastasse esse negócio de misturar política e religião ter causado tantos estragos pelo mundo!

Comentários

Seguidores

Google+ Followers

Postagens mais visitadas