A teimosia faz parte da fé

As religiões são mitologias que possuem suas características peculiares. Mas uma característica não mencionada de todas as religiões é a teimosia de seus seguidores. Todas as religiões, sem exceção, estimulam que seus fiéis se mantenham indispostos a qualquer tipo de conversa que possa mostrar o equívoco de muitos dogmas, construídos com base em absurdos.

Tente conversar com um religioso. Religiosos adoram se rotular das qualidades que não possuem: se acham inteligentes, altruístas, abertos ao diálogo. Desde que isso não desminta os absurdos nos quais eles acreditam, tudo flui bem. Mas alerte sobra algum absurdo: o "amoroso e calmo" fiel se transforma e vira mais selvagem das feras. 

Isso se dá porque acreditando num ser que se, segundo as "confiáveis" lideranças (ninguém toma conhecimento de "Deus" sem uma lideranças religiosa) é absolutamente absoluta (pleonasmo proposital para enfatizar), tudo que supostamente vem dela é também absoluto, portanto imutável e inquestionável.

Um cara que vive frequentando um templo com assiduidade, assistindo a alguém que lhe parece confiável a falar asneiras, certamente essas asneiras se tornaram verdades absolutas, pois agregarão para si a confiabilidade de quem disse. Certamente o fiel só mudaria de ideia se o líder em que ele confia admitir o erro e corrigi-lo. O que seria muito ruim para uma liderança que precisa da ignorância de seus fiéis para se manter no poder de influência.

Uma pessoa que não pertença a uma religião que tente mesmo com a lógica e com evidências, provar que a crença defendida e absurda, ela não será ouvida, pois o fiel vai precisar da credibilidade de quem diz (e no caso, essa credibilidade deve vir de dentro do meio religioso). Uma pessoa "de fora" sempre vai perecer alguém que "não entendeu nada". 

E mesmo sem a lógica adequada, a fé religiosa sempre vai parecer "sabedoria" e "tese inteligente" para quem crê. Até porque se o fiel não raciocinou, acredita que o líder religioso raciocinou. Sem saber que  real motivo da defesa de absurdos é a imobilidade racional que transforma fiéis em escravos das vontades das lideranças religiosas. 

Pensar e questionar sempre serão a chave que livrará os fiéis dessa alegre escravidão da fé. Desde que a teimosia dê lugar a debates inteligentes que possam colocar a lógica no lugar da fé cega, provando a validade ou não do que é dito e divulgado.

Comentários

Postagens mais visitadas