Religiosos e simpatizantes querem manter o domínio da fé cega sobre a razão

Uma guerra santa está prestes a começar no Brasil. E não será uma seita contra outra e sim todas as seitas e igrejas contra o laicismo. Todos de volta a irracionalidade animal através da fé que os faz acreditar ao invés de conhecer, desde que algo a ser acreditado seja dito por alguém considerado confiável, como alguma liderança religiosa.

Noto um certo desespero em religiosos e alguns teístas não-religiosos com o amadurecimento da humanidade, o que poderia fazê-la desenvolver a razão. Esquecem todos que a religiosidade é um resquício da infância e que as religiões não passam de mitologias modernas feitas para entreter, mas não para regular o cotidiano da sociedade.

E a carência humana em um mundo em crise reforça a necessidade de alguém que se apresente como tutor. Carentes de alguém que se lhes oriente ou cuide, a população recorre as fantasias da fé na esperança de que, na falta de um tutor material, haja um "tutor" invisível a lhes socorrer na hora mais tensa, o que prova que as altíssimas doses de emotividade quase histérica travam qualquer oportunidade de raciocínio, abrindo caminho para a credulidade conhecida com o nome de"fé".

Muitas pessoas estão querendo a permanência da fé como fonte solucionadora (??!!) dos problemas cotidianos. Tive a infelicidade de ler em um site científico (???!!!) que a razão e "limitada demais" para entender a realidade e que "a fé é capaz de explicar o que a razão não consegue". Amigo, fé é irracional, fé é aceitar sem verificar. Como é que a fé, que para mim é muito mais limitada que a razão, possa ser o contrário, se ela não contesta, na verifica e nem atesta?

Esta tese lançada por este site é mais uma das muitas manobras feitas por teístas desesperados com a possibilidade da razão dominar a humanidade. Para os religiosos e teístas, o cérebro deve servir somente de enfeite ou para pesar a cabeça e o raciocínio só deve ser usado nas escolas e no emprego. Nos tempos livres, tiremos esse "órgão maldito" da cabeça e vamos louvar o vento.

Ninguém reparou que mais de 2000 anos de religiosidade não contribuíram para a melhora do planeta? Que as religiões são todas, sem exceção, dotadas de um festival de contradições e de absurdos que a lógica da desprezada razão corrigiria sem hesitar? Que muitas brigas se originam entre os religiosos pelo simples fato do fiel de uma seita não aceitar o que é proposto pela outra seita?

Essa priorização da fé sobre a razão gerou ainda poderá gerar muito estrago em nosso cotidiano. Não dá para tomar decisões seguras se acreditando em algo que não foi provado como correto. A razão é o único terreno seguro para se construir qualquer ideia. Em caso contrário, estaremos sendo sugados pela areia movediça da fé.

Comentários

Seguidores

Google+ Followers

Postagens mais visitadas