Avião poderia ter sido derrubado por fanáticos religiosos que não queriam combate à AIDS?

Nesta semana, um avião da Malaysia Airlines caiu na Ucrânia. Ele fazia a rota Amsterdã - Kuala Lumpur e foi atingido por um míssil. Os responsáveis ainda não foram confirmados, embora falasse muito em rebeldes separatistas. Mas uma estranha coincidência me levou a uma suspeita.

Mais de 100 cientistas que estavam pesquisando a cura da AIDS, incluindo o especialista Josep Lange, que liderava tais pesquisas, estavam no avião e não sobreviveram. Lembrando que fanáticos xiitas são comuns nas áreas, que gostam de atacar aviões e que seguem filosofias religiosas radicais, não é impossível que o alvo do ataque sejam estes cientistas. Obviamente a classe científica, pacientes e militantes pelo combate da AIDS, ficaram emocionalmente arrasados e bastante prejudicados. Mesmo assim, pesquisas continuarão através de outras equipes.

Para muitas seitas e religiões que condenam o sexo como fonte de prazer, aprovando apenas para a reprodução, a AIDS era uma espécie de "castigo divino" e forma de "disciplina" para punir os que se utilizavam do sexo como fonte de prazer. É um pensamento retrógrado, comprovadamente absurdo, mas que ainda é defendido por muita gente que segue tais crenças.

Não temos confirmação de nada, além de nossa suspeita parecer um pouco exagerada. Mas essa coincidência pode sugerir a possibilidade de que tais cientistas sejam realmente o foco do ataque, pelo interesse fanático de religiosos em "preservar" o "instrumento de justiça divina" que regula o interesse desses religiosos, num moralismo irracional que não faz mais sentido nos dias de hoje.

Comentários

Seguidores

Google+ Followers

Postagens mais visitadas