O Mensalão do Além Túmulo

Infelizmente, o Movimento Espírita brasileiro está refém dos espíritos mistificadores que, pela sua inferioridade moral e intelectual, tem a intenção clara de emperrar a evolução espiritual através de enxertos, fantasias e um festival de erros a confundir seus seguidores e desestimular o bom senso e o raciocínio, transformando o Espiritismo numa seita religiosa como outras tantas que existem em cada esquina.

Claro que para isso, travestem-se de "sábios", "guias", "mentores" e vem com muitas palavras lindas com lições de moral que nem eles mesmos põem em prática. E o que é grave: a influência deles se tornou uma obsessão coletiva mais forte, do tipo fascinação, que cega as pessoas, impedindo a verdadeira evolução moral que o bom senso conduziria naturalmente. Afinal, não se defende fé cega sem agressividade, já que esta é a linguagem dos que se negam a utilizar o discernimento.

Muitos desses espíritos são de origem católica, o que sugere que impedir que o Espiritismo substitua o Catolicismo como religião oficial do país é a sua meta, não medindo esforços nem escrúpulos para distorcer conceitos e forçar os espíritas a ficarem presos nos dogmas católicos, mesmo que não assumam como rótulo a religião dos padres e freiras. Aliás, padres, freis, "irmãos" e afins pipocam na doutrina para que o Catolicismo se mantenha firme e forte.

Claro que não é só católicos os interessados em dominar. Sabendo que se assumindo como católicos, esses espíritos mistificadores possam ser desmascarados e não seguidos, estes permitiram uma variedade maior de sincretismo para que tudo se confunda e mantenha a adesão dos fiéis.

Orientalismos, africanismos, protestantismos e até seitas sem pé nem cabeça como a que inventou a fantasia das crianças "índigo", são incluídos para que espíritos ligados a estas ideologias possam também influir, complementando o trabalho dos espíritos católicos para que as ideias de Kardec não possam ser bem assimiladas.

É o "Mensalão" espiritual, favorecendo o interesse de espíritos zombeteiros do tipo mistificador e favorecendo o lucro fácil da FEB, de médiuns-escritores, e de administradores de centros ditos "espíritas" e dando uma colaboração enorme para que tudo continue como está, para que os privilegiados, eternos detentores dessas vantagens, continuem levando vantagem, através de seguidores acomodados, ingênuos e altamente crédulos. Afinal, se o povo fosse racional, as estruturas do poder atual cairiam e davam lugar a outras muito diferenciadas.

Com isso, os espíritos mistificadores não emperram apenas o Espiritismo, mas o sistema como um todo, fazendo com que todos os cidadãos, iludidos com as fantasias religiosas se mantenham passivos e acomodados, preferindo esperar que seres fictícios resolvam os seus problemas, já que resolver por conta própria exige o esforço que a maioria se nega a encarar.

Se não combatermos estes mistificadores, como os católicos Emmanuel da Nóbrega, Joanna de Angelis, o provavelmente fictício "André Luiz", o alucinado orientalista Ramatis e muitos outros falsos profetas do além, os verdadeiros objetivos de Kardec nunca serão alcançados e poderemos permanecer por muitos séculos presos nesse mundo de parca evolução onde ainda fazemos e pensamos sobre as mesmas coisas de 1000  anos atrás, mantendo mesmos costumes e as mesmas convicções, graças ao medo ou preguiça de usarmos essa valiosa máquina colocada dentro da cabeça de cada um, a que chamamos de cérebro.

Negar o raciocínio é negar a grande missão dada por Deus e nos entregar como reféns dessa verdadeira quadrilha imaterial, essa falange de desordeiros que em nome da fé cega, vandalizam a doutrina criada para ser racional, hoje mergulhada numa iludida fantasia.

Comentários

Seguidores

Google+ Followers

Postagens mais visitadas