Estamos cada vez mais religiosos. Mas há 2000 anos a religião não tem melhorado a humanidade

O Brasil, como as sociedades mais atrasadas do planeta, é ainda bastante religiosa. A influência da religião e tanta que até mesmo em assuntos alheios à religião, as pessoas se acostumaram a usar a crença e não o raciocínio para construir suas convicções, costumes e gostos.

E apesar de um notável crescimento no número de ateus, a religiosidade ainda e bastante influente. A fé é ainda considerada a nossa "maior qualidade". A mídia como um todo ainda é totalmente aliada às igrejas. Noticiários ainda abrem espaço para notas sobre rituais e crenças absurdas, como se fossem fatos históricos. Só se fossem fatos histéricos.

Governos federal, estadual e municipal, apesar de se julgarem laicos, trabalham em prol da permanência da credulidade religiosa. As leis ainda protegem o "direito" de acreditar em absurdos. Tudo bem se isso se limitasse a esfera lúdica e cultural. Mas estamos cansados de ver como a religiosidade consegue estragar a realidade das pessoas, privando-as da liberdade e obrigando-as e fazer rituais absurdos, além de estimular a passividade, a irracionalidade e entregar a responsabilidade de suas vidas a seres e "fatos"sem comprovação de existência.

Mas o que se percebe de evidente - isso quem tem a capacidade de raciocínio no modo avançado - é que a religiosidade vive de promessas que nunca se cumprem. Por se basear em credulidade e não na racionalidade, defendem e difundem absurdos que nunca serão concretizados.  Iludem grandes massas de pessoas que em nome dessa credulidade travam a evolução espiritual, além de estragarem suas vidas esperando que algum "ser invisível" possa "salvar" suas vidas.

A sociedade como um todo, apesar da imensa religiosidade, nunca conseguiu resolver seus problemas resultantes do egoísmo e da injustiça. Como a bondade precisa de racionalidade para ser praticada, embora muita gente discorde disso (por irracionalidade, óbvio!), todas as tentativas de melhorar a qualidade de vida coletiva naufragam e as poucas bem sucedidas só melhoram superficialmente as vidas de alguns escolhidos. Mas a sociedade como um todo continua cada vez pior. Com direito a antigos problemas voltando após serem supostamente eliminados.

Essas e outras coisas contribuem para que a religiosidade se torne nociva em nossa sociedade. Algo que deveria ser considerado apenas uma forma moderna de mitologia, tem interferido de modo nocivo na sociedade travando a evolução do intelecto, além de tornar a humanidade submissa a seres que sequer existem. 

Não crescemos. Ainda continuamos acreditando em amigos imaginários. E isso não é motivo para dar risada...

Comentários

Seguidores

Google+ Followers

Postagens mais visitadas