Crianças sem religião crescem com forte senso moral e altruísmo prático

A ideia de que é necessário acreditar em um gigante invisível e suas regras fechadas traz um embasamento moral está caindo. A lógica e o bom senso mostram que, sem acreditar em absurdos e em teses não confirmadas, o senso de moral, o altruísmo e o respeito aos próximos, além da defesa de bons valores, é muito mais espontânea do que se tivesse uma crença.

Um pesquisa feita pelo professor da Ptizer College, Phil Zuckerman, observando crianças criadas em famílias sem religião, estudou o caso e chegou a essa conclusão. Na verdade, uma confirmação de um fato lógico que as tradições se recusaram a aceitar.

Crianças que não seguem religiões aumentam a cada geração. A medida que a sociedade vai se intelectualizando, vai largando as crenças como uma criança larga seus heróis dos quadrinhos. E cada geração de seres humanos vai se intelectualizando mais e nem mesmo as crianças se tornam dispostas a obedecer cegamente os preconceitos de um gigante invisível que todos chamam de "Deus".

Sem os preconceitos das religiões, que vivem em sistemas fechados, preferindo a aceitação irracional que impede debates e análises, as pessoas podem refletir melhor sobre os fatos e tirar suas conclusões, tornando o altruísmo algo baseado no desejo pelo bem estar alheio e não num cumprimento de uma regra fechada.

Por isso mesmo, embora possa parecer estranho, é absolutamente normal e até louvável que irreligiosos (ateus, agnósticos, seculares, etc.) possam ter alto sendo moral e perfeito altruísmo. Aliás, a caridade feita por irreligiosos é ainda melhor, pois é baseada na lógica e no altruísmo espontâneo. A necessidade de bem estar do próximo passa a ser o objetivo e não o temor pelo não-cumprimento de regras impostas por um gigante invisível, que cada fiel molda a seu gosto próprio.

As sociedades mais evoluídas do planeta estão aos poucos largando as ilusões da religiosidade. Um dia seremos todos irreligiosos. Caminhando com nossas próprias pernas, não precisaremos mais de um gigante invisível e seus preconceitos tolos para tornarmos esta sociedade cada vez melhor.

Comentários

Seguidores

Google+ Followers

Postagens mais visitadas