A caridade que não resolve nada

Quem não é muito racional, se comove com qualquer tipo de coisa que lhe toque o coração. Qualquer coisa que se apresente como bondosa o faz desenvolver um otimismo ilusório e crédulo que faz com que a realidade desapareça aos seus olhos para dar lugar a uma paradisíaca visão de falso altruísmo e "justiça" social que lhe tranquiliza a alma, mas o mantém vendado e amordaçado.

Para a maioria dos brasileiros, a caridade que conhecem é a caridade estereotipada, aquela que não resolve, não muda, mas conforta. É como um calmante a segurar o sofredor, enquanto o problema real não é resolvido. Pior: enquanto o problema real NUNCA for resolvido.

É bastante confortável para as elites que as coisas sejam assim, que tudo aconteça desta forma. Uma verdadeira caridade iria abalar as estruturas do sistema e aniquilar a elite, que teria que reduzir seu patrimônio e seu padrão de vida, deixando de existir. Para que a elite continue privilegiada, mas mesmo assim, com pose de boazinha, opta-se pela caridade paliativa.

Que aliás, pode ser muito lucrativa para quem faz, já que, além de manter todo o sistema intacto, ainda dá para ganhar um trocados através do superfaturamento.

E  o mais legal - para o sistema, não para mim, é claro! - é que todos os programas sociais são paliativos, reduzindo a sopinhas, cestas básicas doações e a ensinar jovens a tocar tambor, jogar bola e aprender informática para escrever besteiras no Facebook. As elites estão tranquilas!!!

Pois, nenhum desses cursos interessados em preparar líderes questionadores e pessoas que possam não só abandonar a miséria financeira como também a miséria intelectual (essa ainda permanecendo nos exilados das periferias). Pobre inteligente e questionador é uma arma poderosa contra as elites e contra este sistema injusto que só vive acumulando problemas.

Por isso mesmo a caridade está sendo feita da maneira mais inútil e paliativa possível. Melhorar um pouquinho a vida de cada um é a meta, mas nunca a sociedade como um todo. Os erros que insistem em manter em nossa sociedade é o que garante as riquezas e o poder dos mais ricos, famosos e poderosos. Sem esses problemas, viveríamos em uma sociedade sem pobres, mas também sem ricos.

Comentários

Postagens mais visitadas