Coxinhas "raciocinam" como fiéis religiosos

Pode parecer coincidência o fato da maioria dos conservadores ser de religiosos. O direitismo arraigado nas elites brasileiras e naqueles que as apoiam é baseado puramente na crença e na racionalidade precária. Igualzinho ao que se vê na construção da crença religiosa. Ou seja a convicção político-social-econômica dos coxinhas não passa de pura fé.

Ela e construída com base no recebimento não-verificado de uma avalanche de informações nem sempre verdadeiras mas que parecem reais por causa da confiabilidade das fontes que despejam estas informações. As pessoas não verificam e confiando nas fontes, mantém em suas mentes e a única análise que fazem é se estas informações satisfazem as expectativas e interesses de quem recebe. Se satisfazem, elas permanecem nas mentes do receptor que as defende como um valioso patrimônio.

É desta forma que os coxinhas recebem as ideias que defendem, se empenhando em espalhar estas mentiras recebidas porque elas se encaixam em suas expectativas e servem para preservar seus interesses. Espalhando-as, além de angariar simpatizantes, servem para legitimar estes pontos de vista equivocados pois no Brasil, ideias defendidas por maiorias sempre ganham mais credibilidade, por mais absurdas que sejam. Como acontece nos dogmas religiosos.

Os coxinhas acreditam estar sendo mais racionais por pertencerem a uma elite que acredita ser "mais sábia" que o "resto" da humanidade. Estudam apenas para o mercado de trabalho, mas quando sua inteligência é posta em dúvida, eles lançam mão dos diplomas como escudo de defesa e "prova" de sua inteligência. Ignorando que diplomas podem ser conseguidos sem o mínimo esforço intelectual, apenas cumprindo os rituais impostos pelo sistema acadêmico.

É nítido o fato de que até agora nenhum direitista apareceu com alguma explicação logicamente convincente sobre seus pontos de vista. Vários se limitam a atacar quem não concorda cm seus pontos de vista equivocados e como diz um de seus ídolos, abrem mão dos fatos porque possuem as convicções.

Isso, no jargão religioso, significa ter fé, confiar nas fontes sem contestar. Afinal, há horas que as mentiras podem significar coisas boas. Os coxinhas sabem disso e por isso que eles se agarram em mentiras. Até que no futuro, a realidade, com a sua cara triste e feia, resolva se apresentar diante dos coxinhas. Aí já ai ser tarde demais.

Comentários

Seguidores

Google+ Followers

Postagens mais visitadas