Cientistas ateus e materialistas avançam nas pesquisas de comunicação com os espíritos (crônica ficcional)

O movimento espírita brasileiro se estagnou. Com a desculpa de "avançar", acusando a atualíssima obra de Allan Kardec de "ultrapassada", os seguidores de Chico Xavier agora se limitam ao - pequeno - avanço moral (leia-se "vamos ser bonzinhos") e as mensagens de paz, amor e esperança.

Isso me incomoda, pois se na teoria, eles são consideram mais avançados que Kardec, na prática se estagnam, descartando todo o lado científico da doutrina e limitando a mediunidade que possa render obras vendáveis.

Aí, observando isso, me pus a pensar: se os espíritas brasileiros não estão mais interessados na parte científica da doutrina, quem irá continuar com os estudos de comunicação, magnetismo, história, já que os espíritos realmente sérios estão ávidos para se comunicar, não encontrando uma sintonia adequada para iniciar os trabalhos, já que toda a energia canalizada pelos seguidores brasileiros da doutrina, só consegue atrair espíritos medíocres disfarçados de sábios?

Imaginei uma situação. O que conto aqui a partir de agora é puramente ficcional, mas possível, já que pelo andar da carruagem, ainda vamos demorar muito para ver o movimento espírita se render à ciência, sem usar seu rótulo para atestar tolices.

CIENTISTAS ATEUS E MATERIALISTAS AVANÇAM NAS PESQUISAS DE
COMUNICAÇÃO COM OS MORTOS

GAZETA DO FUTURO, 05 DE JANEIRO DE 2017

Um grupo de cientistas assumidamente ateu e materialista, graças a silenciosos e exaustivos anos de pesquisas, descobriram que a comunicação com os mortos através de aparelhos não só é possível como se dá de maneira clara e perfeita.

O único senão é que a comunicação só é possível se alguém da terra evocar, ou no mínimo criando um clima que seja adequado ao espírito comunicante. As comunicações podem se dar por áudio, por vídeo e até pela internet. Cientistas também descobriram meios, através de cálculos e fórmulas matemáticas, de autenticar as mensagens para que não sejam confundidas com algum trote de pessoas encarnadas.

O cientista chefe da missão está muito animado e mostra pela primeira vez a confirmação prática e concreta de vida pós morte e poderá abrir campos para novas descobertas, ajudando a melhorar a qualidade de vida no campo material e espiritual.

Enquanto isso, os seguidores de Chico Xavier, que usam a "fé raciocinada" da boca pra fora, continuam entoando cânticos à Nossa Senhora (?!) e seguindo as orientações de zombeteiros disfarçados de sábios, através de médiuns de limitada capacidade intelectual, muito mais preocupados em "evangelizar" as pessoas do que desenvolver o intelecto de todos..

Comentários

Postagens mais visitadas