Divindades são os super-heróis dos adultos


É sabido que dogmas religiosos não têm pé nem cabeça, sendo cheios de absurdos e contradições. Mas por trazerem algum conforto para quem acredita, além de estarem ligados a estereótipo de bondade, atraem muita gente e se consagram ao senso comum, sendo inclusive protegidos por leis sérias.


Muitos dogmas envolvem o que chamamos de divindades. O que são as divindades? Seres dotados de poderes surreais, ausentes na maioria das pessoas e que por isso tem a prerrogativa de orientar e proteger a humanidade. Isso não lembrou alguma coisa? Se você se lembrou das estórias de super-heróis, acertou. 

As divindades, como falei, são dotadas de superpoderes. Esta característica as torna superiores em relação às outras pessoas e na mente destas, divindades se tornam espécie de "tutoras" por serem capazes de fazer coisas que os outros não fazem, são capazes de resolver problemas com mais facilidade, o que atrai um certo messianismo por parte de pessoas desesperadas.

Por isso que se alguma pessoa demonstra ter alguma qualidade considerada surreal, logo é tratada como divindade, atraindo o fanatismo cego de muita gente. É o que acontece no Brasil com os médiuns, confundidos com divindades vivas quando eram para ser meros intermediários de comunicação com espíritos.

Mas quase todas as lideranças religiosas são consideradas divindades. O fato de estarem liderando religiões subentende uma capacidade acima do normal, além da lendária tese de que são "enviados de Deus", o que aumenta mais ainda a sua condição de divindade humana.

Mas na verdade tudo não passa de mera ilusão. Divindades não existem. Como a ciência sempre esta em expansão, muitos dos "prodígios" na verdade são características que estão para serem estudadas. Bom lembrar que em um passado remoto, muita coisa normal em nosso cotidiano já foi considerada sobrenatural e fonte de muito medo e desespero.

Esqueçam este negócio de divindades. Divindades são tão reais quanto os super-heróis que ilustra a revistinha que você está lendo. Se alguma liderança se apresentar como divindade viva, pode estar certo: é um farsante. Não dê ouvidos a ele e cuide você mesmo de sua vida. O maior ato de heroísmo são as coisas simples que podemos fazer por nós mesmos.

Comentários

Seguidores

Google+ Followers

Postagens mais visitadas