Religiões cristãs garantem rótulos de bondade em pessoas de má índole

A ganância e o egoísmo fazem parte do nosso instinto de sobrevivência. O altruísmo não. Altruísmo exige esforço e abnegação, o que não é nem natural nem agradável para muita gente. Fácil e gostoso é chutar o outro e tirar dele o que ele tem de bom. Trocando em miúdos, ser maldoso faz parte da natureza humana e o nosso desafio é aprendermos a ser altruístas. O que não é nada fácil.

Só que para contrastar com o nosso instinto egoísta, há o instinto de religiosidade, que na verdade é o instinto filial, a necessidade de termos um tutor. Deus e divindades não existem, mas faz parte de nosso instinto acreditar em sua existência. Enquanto a humanidade não amadurece, ela vai continuar acreditando que existe um tutor zelando por ela.

O problema é que no mundo ocidental, a crença em uma divindade exige alguma moralidade, um respeito compulsório a um código de conduta que exige altruísmo. Ou seja, temos que ser altruístas. Temos que ser bondosos. Mas como ser bondoso se isso prejudica nossos instintos?

A religiosidade, sobretudo a cristã, apelou ara a malandragem de permitir que se continue egoísta e ganancioso sem necessariamente ser  visto como malvado pelas outras pessoas. Basta assumir-se cristão, fingir que segue os ensinamentos de Cristo e fazer caridade paliativa (sopinha, cobertor e formas superficiais de caridade que não prejudiquem as classes abastadas). Bingo! E em um instante as pessoas más viram boas quase que num passe de mágica, sem praticar um ato de verdadeira bondade.

Isso é que facilita a vida e garante impunidade a muita gente de má índole que não corresponde ao estereótipo do bandido, masque deseja prejudicar os outros de forma até pior. Basta se ajoelhar,  juntar as mãos e entoar uma oração que o estigma de maldade desaparece automaticamente.

Por isso que a sociedade continua religiosa em sua maioria. muita gente má poderia estar na cadeia se não fosse a religiosidade. Acreditar em divindades não é nada racional e maduro, mas ajuda pacas na reputação de bondade que garante o respeito dado a tanta gente egoísta e gananciosa.

Comentários

Postagens mais visitadas